não adianta tentar, ninguem separa um grande amor

lenços de amor do minho
lencos-de-amor-do-minho.jpeg

Te amo!!!
Te amo
De uma maneira inexplicável
De uma forma inconfessável
De um modo contraditório

Te amo
Com meus estados de ânimo que são muitos
E mudam de humor continuamente
Pelo que já sabes

O tempo
A vida
A morte

Te amo
Com o mundo que não entendo
Com a gente que não compreendo
Com a ambivalência de minha alma
Com a incoerência de meus atos
Com a fatalidade do destino
Com a conspiração do desejo
Com a ambigüidade dos fatos
Ainda quando te digo que não te amo…
Te amo!
Até quando te engano…
Não te engano!
No fundo
Levo a cabo um plano
Para amar-te
Melhor

Te amo
Sem refletir
Inconscientemente
Irresponsavelmente
Espontaneamente
Por instinto
Por impulso
Irracionalmente
Efetivamente
Não tenho argumentos lógicos
Nem sequer improvisados
Para fundamentar
Este amor que sinto por ti
Que surgiu misteriosamente do nada
Que não resolveu magicamente nada
E que milagrosamente
Com este pouco
Com este nada
Tem melhorado
O pior de mim

Te amo!!!
Te amo com um corpo
Que não pensa
Com um coração
Que não raciocina
Com uma cabeça
Que não coordena
Te amo incompreensivelmente
Sem perguntar-me
Porque te amo

Sem importar-me
Porque te amo

Sem questionar-me
Porque te amo

Te amo singelamente
Porque te amo

Eu mesmo não sei
Porque te amo

Gian Franco Pagliaro

Anúncios

One thought on “não adianta tentar, ninguem separa um grande amor

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s