Homenagem ao meu filho Abá Yawara (abaixo do poema significado do nome)-

Poema para gatos

Silêncio,
eis a tarefa
de todos os gatos.
Poucos sabem perscrutar
(talvez ninguém em plenitude)
o grau de solidão necessária
ao saber auto suficiente
para ser felino e doméstico
em sua tarefa de monge
guardião do inextricável
em quem o homem não percebe
a metafísica natural,
recolhimento
saber
sensualidade
e aceitação.

Artur da Távola

No terceiro mês de gravidez tive um sonho que me indicou esse nome de poder: Abá Yawara.

Nome nativo de nosso Brasil, de origem tupi guarani e afrobrasileiro, e só depois eu e Nuno viemos descobrir que tb há outros significados em outras nações e para os povos e religões dos antigos.

Abá

-homem pessoa indio (tupi guarani);
-esperança (afro-brasileiro)
-poder de inventar as coisas, tudo o que imaginar poderá criar (africano)
-pai ou meu pai (hebraico)
-rei da selva (indiano)
– velho sábio em Nagô

Yawara

-gato, onça, lobo, jaguar, cão ( tupi-guarani)
-arte suave, flexibilidade, suavidade, ligado a artes marciais do judo, ajuste do corpo das articulações (japonês)

Abá Yawara junto sgnifica também para os povos antigos e Xamânicos e para os estudos dos Mitos e Histórias do arquétipo da Mulher Selvagem na Psicologia analítica:

-Homem Lobo;

-Mulher Loba;

-La Loba;

-Deusa de todas as coisas e de todos os seres;

-Aquele ou aquela que tudo sabe- La que sabé.

Nosso filho foi concebido na lua minguante no dia 12 de dezembro de 2009, após um lava pés do espetáculo o Banquete de Platão no Teatro Oficina, um banquete após a orgia de Dioníso em As Bacantes e em nome de Eros.

EvoÉros!

Anúncios

Carta de uma bruxa

ly-faeriequeen-big%5B1%5D

Eu sou uma bruxa. Não trabalho para o demônio, não estou interessada no Satã. Satã foi inventado pelos cristãos. Satanismo é uma forma de cristianismo. Eu não sou um cristão. Eu não vou a igreja aos domingos. Eu não temo ir para o inferno porque eu acredito no inferno tanto quanto acredito no Satã. Eu acredito em reencarnação; que voltarei para este mundo ou outro, e viverei outra vida. Eu não sou má. Dizer as pessoas que eu sou uma “boa bruxa” ou perguntar me se sou uma boa bruxa implica que há más bruxas. Há pessoas más no mundo , e há pessoas que escolhem usar com as forças da natureza no propósito para fazer mal aos outros; essas pessoas não são bruxas. A lei principal da bruxa é “Faça o que quiseres sem a ninguém prejudicar”. Por favor não me pergunte sobre sacrifício de gatos ou profanação igrejas. Eu amo meus gatos. E eu não vou a igrejas e sinagogas a menos um amigo de outra religião me convide para uma ocasião especial. E se tenho que entrar numa igreja, eu não vou sofrer um “ataque divino”. E se um cristão, ou um Judeu, ou um budista vem a um ritual pagão, nossos deuses não atacarão até morrer. Não é isso algo a se pensar? Vestir um pentáculo não é diferente que vestir uma cruz, crucifixo ou uma estrela de Davi. Se você quer que eu retire o símbolo da minha religião (e Wicca é uma religião, protegida pela mesma Primeira Emenda dos Direitos como outras religiões.) por que é ofensivo, você precisa fazer com que cada um de cada religião o faça também. Os cinco pontos da estrela simbolizam os cinco elementos: Terra, Ar, Fogo e Água, e o quinto ponto é o Espírito. Circundado pelo Mundo. Como que pode ofender, não dá para imaginar. Uma imagem de um torturado, um homem agonizando é mais ofensiva, e mesmo assim, milhares de pessoas usam crucifixos todo dia. Também, não me pergunte se eu estou num coven com aquele jeito horripilante, meio aquele tom de voz “fascinada”. Se eu quero falar sobre meu coven, eu irei educá-la. Se sou um praticante solitário, eu não tenho coven para discutir. Em qualquer caso, em nossos rituais temos velas, comida, bebida, poesias, dança…sim, há uma faca, mas ela só corta o ar, e não carne de alguém. Eu não bebo sangue. Não sou a mesma coisa que vampiro. Eu visto preto porque isso mantém a negatividade fora e porque fica melhor em mim que laranja e bolinhas roxo/púrpura. Se você quer me perguntar algo relacionado a minha religião, pergunte-me quando a próxima lua cheia vai chegar. Ou melhor, quando a próxima lua azul vai chegar. Ou pergunte o que a lua azul. E Pergunte-me sobre ervas. Cristais. Curas. As vezes me pedem para fazer uma poção do amor. Mas eu não lanço feitiços em outras pessoas e não lançarei um feitiço em você para ficar linda, magra, mais atraente . E eu não vou lançar um feitiço no seu “desejado” para fazer ele te amar . Acredite-me, você não quer isso. Isso é forma de manipulação , mandar em alguém , infringe na sua liberdade. Não é bom para ninguém. E também não vou lançar um feitiço para alguém parar de fazer algo contigo. Magia funciona como uma co-criação. Uma bruxa funciona com energia universal, com os deuses, “inclinando” a máquina de probabilidade para algo. Precisa de dinheiro? Não tente enfeitiçar seu chefe a dar um aumento. Simplesmente peça ao Universo que aumente os “fluidos” de abundância e prosperidade em sua direção . Isso não afeta ninguém. Última coisa; dar-me um livro sobre a inquisição é como dar um livro sobre o Holocausto a um judeu. Não é engraçado, é rude. Por favor não tente me deixar envergonhada com o que faço ou o que sou. Por favor não tente me converter ou me “salvar”. Não atire água benta em mim. Não me deixe “santinhos” sobre minha mesa ou pára-brisa. Eu não necessito ser salva. Nós somos orgulhosas pelo fato de não precisarmos recrutar pessoas para serem bruxas. Nós simplesmente somos, e todos a nossa volta nos verão como pensamos, como agimos, na nossa paz interior, e só quando uma pessoa diz “como faço para me tornar um bruxa?” nós fazemos ela adentrar conosco. Eu nunca irei deixar uma propaganda da religião com alguém. Eu não tenho uma propaganda, a não ser que considere esta carta como uma. E eu não estou interessada em convertê-lo. Eu só peço a você que me compreenda. E se não quiser me compreender, apenas me deixe sozinha.

Eu sou uma bruxa
Com rimas e razões.
Eu estou em mudança como as estações.
Minha mãe é a lua,
Meu pai é o sol,

Eu sou uma com a Deusa Terra .


Eu sou uma bruxa, uma criança Pagã.
Espírito da natureza da mãe selvagem
Cresce dentro de mim, flui dentro de mim,

Serpenteando como um córrego enfeitiçado,

Encantando cada meu despertar sonhando.

Eu respiro o ar da libertação,
Eu tendo o fogo da transformação,
Eu bebo a água da criação,
A Magia da Terra é minha conjuração.

Eu sou uma bruxa da sombra e ilumino-me,
Do vôo das névoas e dos corvos de Avalon.
Eu sou uma bruxa , com orgulho dizer Eu,
Para uma bruxa a alma nunca morre.

Abençoados sejam, Uma bruxa

Comendo o elefante…

elefante-rosa SHOUD 7: “Comendo o Elefante” – Apresentando Kuthumi Lal Singh, canalizado por Geoffrey Hoppe
Apresentado ao Crimson Circle
7 de Fevereiro, 2009
http://www.crimsoncircle.com

Namaste-e-e-e-e! (risadas) Namaste, Shaumbra! (o grupo responde: “Namaste!”) Namaste, Shaumbra-a-a-a! (a audiência repete: “Namaste!” mais alto) Sou eu, Mestre Kuthumi e não perderia esse dia por nada nesse mundo, para estar com Shaumbras mais uma vez. Estou bebendo suas energias. (Kuthumi respira profundamente)

Vejo alguns problemas aqui enquanto bebo vocês. (risadas) Vamos trabalhar nisso hoje. Esse não irá para a história dos Shouds como o mais profundo ou o mais esotérico dos shouds, mas será um dia de trabalhar, movimentar algumas coisas.

Que alegria estar aqui novamente no palco com todos vocês. É tudo isso aqui, nosso palco. É o shoud – essa mágica. Linda energia, o espaço seguro – onde podemos ser nós mesmos, onde podemos ser anjos, onde podemos liberar alguns desses medos e preocupações por alguns minutos. Podemos estar com nossa família e nossos amigos bem aqui agora. Que delícia.

Vamos juntos respirar profundamente do jeito Kuthumi…

(pausa)

…E sentir essas energias.

E o que eu vejo hoje? Vejo que vocês comeram metade de um elefante (risadas) e a outra metade está pendurada em sua boca. (mais risadas) E o que está pendurado não é o lado bonito do elefante. Não mesmo. Vou explicar mais quando entrarmos em nosso dia.

Mas que alegria quando Tobias veio a mim recentemente e disse: -“Kuthumi, você poderia estar com os Shaumbra no dia dos namorados? Poderia estar com os Shaumbra enquanto Saint-Germain e eu seguimos em frente pra Israel e Egito, e você poderia vir e nos encontrar no Egito com seu grupo de Shaumbras enquanto estamos de volta a essa terra tão importante pra você?” Eu agarrei a oportunidade.

É com freqüência que Tobias e Saint-Germain estão aqui em cima em frente a vocês, mas eu estou com vocês num nível mais cotidiano e pessoal. Estou com você, passando por esses tempos muito interessantes e desafiadores. Estou aqui tentando fazer você rir de vez em quando. Você fica meio travado às vezes, e talvez possa me sentir chegando perto, tentando por um pouco de humor em sua vida, tentando tirar você do modo sério em que você fica, e acima de tudo, tentado tirar você desse modo muito mental em que você entra.

Então, querido Shaumbra, hoje vamos passar um tempinho comendo o resto daquele elefante, digerindo-o um pouquinho. Que dia maravilhoso pra estar aqui com o lançamento de meu livro – oh! E de Marisa também! (risadas ao Kuthumi se referir a Marisa Calvi, que mais cedo apresentou seu livro, “Faraó Tutmés III”, co-escrito por Kuthumi)

Passamos momentos deliciosos trabalhando juntos nesse livro. E verdadeiramente vocês descobrirão, quando abrirem suas energias para seres não físicos como eu, Kuthumi, Saint-Germain, Tobias e tantos, tantos outros, que alegria é para nós trabalharmos juntos. Nós cuidamos para que não fiquem tão mentais sobre as coisas, tão estruturados no que fazem. Provimos você com sentimento, e foi isso que fizemos juntos, Marisa. Se você lembra nossos dias e noites de trabalho conjunto, introduzindo você aquela energia de sentir, a energia que permitiu a você voltar a essa vida onde fui Tutmés e realmente sentir essas experiências e depois coloca-las também em sua energia. Ser capaz de recontar a história – os fatos individuais não são tão importantes – mas o sentimento e a essência.

Querido Shaumbra, Tobias e Saint-Germain disseram isso, e eu direi novamente. Que lindo momento agora em sua vida para criar, oh, quando as energias estão tão elevadas e intensas, quando as energias estão tão abertas. Você vê, nunca antes houve tanto caos e tão pouca estrutura. Nunca antes houve tanta incerteza e dúvida na consciência humana. Nunca antes houve tantas novas aberturas – você poderia chamá-las portais, aberturas, portões – para a consciência expandida, para novas idéias.

Trabalhando com a Nova Energia

Vocês ouviram tudo isso sobre a Nova energia num tipo de conceito teórico. Agora, em breve Adamus vai trabalhar com alguns de vocês no funcionamento específico da Nova Energia. Mas vocês ouviram sobre esse conceito. Ela está oscilando em sua volta nesse momento, esperando o convite e uma abertura.

Às vezes é difícil ver porque a mente tende a voltar atrás e tentar olhar da maneira como você lidava com as coisas antes. Mas se você pode parar por um momento, respire profundamente e dê uma alta risada. Eu vou acrescentar isso ao que Tobias diz – Respire profundamente e ria alto. Ria. (risadas) Você respira fundo – vamos fazer isso de novo – respire profundamente e ria. (o grupo ri mais alto, Kuthumi dá uma risadinha) Essa foi boa, Shaumbra. Muito boa. Vou gravar essa para faixas de risadas para um show de TV que farei. Quando você ri, ri alto essa energia. É aí que a coisa fica uma curtição. É aí que fica intrigante.

Então, estou aqui hoje para… Vamos fazer um trabalhinho juntos para entrar num pouco dessa energia, para mante-la em movimento. É muito, muito, fácil agora ficar travado. Muito fácil. Tipo ficar andando por um labirinto complicado ou numa armadilha, é muito fácil cair nela. E aí o que você faz? Você respira. Você ri um pouco da coisa toda. Você conversa com a gente.

Uma das maiores razões para estarmos aqui não é compartilhar nossa grandiosa e brilhante sabedoria com você. É encorajar a sua. Estamos aqui para ouvi-lo, porque quando você conversa com a gente em voz alta – e eu recomendaria isso a você – fale conosco em voz alta. Quando você tenta conversar pela mente, o efeito em você é diferente. Agora quando você ouve sua própria voz em alto tom e depois nos ouve isso ajuda a dar clareza às coisas. Isso ajuda a manter a energia em movimento de um jeito encantador. É para isso que estamos aqui. Não estamos assim tão ocupados que não possamos entrar e conversar com você. Não estamos tão amarrados com outros humanos que não tenhamos tempo para brincar com você, para conversar um pouco com você.

Alguns de vocês. Vocês vêm a nós – qualquer que seja a entidade – e quer que a gente resolva o assunto pra você. Mas também não é pra isso que estamos aqui. Estamos aqui para ajudá-lo a descobrir o ser brilhante que você é, para ajudá-lo a introduzir essa coisa chamada gnost. Estamos aqui para ajudá-lo a começar a introduzir a Nova Energia.

A Nova Energia está praticamente além de definição, porque definir significaria algo do passado e da Velha Energia e a Nova Energia é tão diferente na maneira como funciona. A Nova Energia é brilhante. É muito rápida e eficiente.

Às vezes, mesmo agora, você encontra esses problemas ou desafios em sua vida e então você fica matutando sobre eles. Matutar – isso prossegue indefinidamente. Você mantém o ciclo, seguindo com o problema, assim como seu HD no computador processa informação. Seria como processa-lo indefinidamente. Aí você fica mais frustrado e isso reduz sua energia, e trava mais você. Isso é matutar sobre algo. Você sabe, a Nova Energia não precisa de reflexão. A Nova Energia cria. Ela se expande. Ela abre. Então estamos aqui para ajudá-lo a dar aquela respirada, e quando você respirar, inspire a verdadeira Energia Nova. Inspire-a.

Estou tão contente por estar aqui hoje para o lançamento do livro – o livro que lançará mais livros, que talvez ajude a deslanchar mais projetos de vocês, talvez encorajando-os a tentar coisas que não tentaram antes. Também estou aqui porque estou trabalhando com as energias de Linda, de Norma e Garret e de Cauldre ao se prepararem para embarcar na viagem ao Egito. Oh, eles vão passar por algumas experiências, humm, (risadas quando Linda faz aquela cara), assim como o resto do pessoal que participará do grupo.

Por que eles passarão por experiências? Porque pediram por isso. Eles pediram por isso e todos eles sentiram as mesmas frustrações que vocês. Eles sentiram esse desejo de alcançar esse novo patamar da consciência – essa nova camada onde muito poucos, se é que algum, humanos jamais chegaram – e eles estão lutando como tantos de vocês, dizendo: “como fazemos isso funcionar em nossas vidas? Aqui estamos diante de nossa típica condição humana com a qual lutamos – nossos corpos, coisas como viajar, pagar contas, resolver questões no trabalho – todas essas coisas humanas. Como é possível alcançar essa nova camada de consciência?” É a frustração que todos vocês sentem.

Então eles planejaram essa oportunidade, com outros Shaumbra que vão se reunir para essa viagem, planejaram essa oportunidade de maneira a retornar a algumas de suas próprias raízes, voltar a alguns dos mistérios da humanidade, dar uma olhada nova e diferente às coisas do passado para ajudá-los a entender como pode ser com a Nova Energia. Então estamos aqui ajudando a preparar vocês para essa próxima jornada.

Vamos respirar profundamente porque o que eles descobrirem, vocês também descobrirão, pois há essa linda e sagrada energia de Shaumbra, onde vocês todos são criadores únicos e soberanos. E essa é uma palavra chave, querido Shaumbra – único e soberano. E ainda todos vocês estão conectados a um nível muito íntimo, confiável e aberto. Isso por si já é um desafio para alguns humanos, reconhecer a si mesmo como independente e ainda assim tão aberto e confiante para estar especialmente conectado com outros seres únicos e soberanos.

Um dos desafios de entrar nessa nova camada, para os humanos em geral, porque há um interessante desejo por parte dos humanos de retornar a uma unidade ou um – eu chamo de ‘nada’ – retornar a um tipo chato de bem-aventurança ilusória, homogênea e não identificável. Tantos humanos pensam: “Se eu puder voltar ao início, voltar a minha unidade, então tudo será perfeito.” Bem, se você voltou a sua unidade, não sabe mais quem você, é porque estaria dissolvido em todo o resto dessa unidade. Então você morreria uma morte de espírito, ao invés de apenas morrer a morte da condição humana.

Ah não, você não volta. Você expande pra fora e pra dentro. Você chega ao entendimento de si como uma unidade soberana, o que Saint-Germain chama de seu próprio Um. E em sua própria unidade então você entende como tudo mais funciona, porque você entendeu em primeiro lugar como você funciona.

Pena se tem dos que tentam encontrar respostas para as questões impostas pela vida, olhando pra fora, quem tenta voltar na história para achar as respostas do dia de hoje. Pena se tem daqueles que esquecem de olhar pra dentro e estão sempre olhando pra fora como se houvesse algum segredo nas estrelas, como se houvesse algum deus em outras dimensões e não aqui. Pena se tem dos que ficam tão pregados no mental que esquecem de entrar em seu próprio espírito.

Oh, e eu posso fazer esse comentário, meus queridos, porque acima de qualquer um, com exceção, talvez de Adamus, (Kuthumi dá uma risadinha) fiquei muito atolado no passado, perdi tudo no meu caminho para a ascensão. Agora, alguns de vocês não pensavam que fosse tão engraçado quando falei disso em um dos nossos Shouds – “Uma coisa engraçada aconteceu no caminho pra ascensão. Eu perdi tudo” – mas, querido Shaumbra, foi assim por um momento. E aquele momento pode parecer uma eternidade, mas é apenas um momento. E pode parecer assim.

Você perde tudo pra descobrir mais que tudo. Você perde tudo que achava ser porque é uma fachada. É uma ilusão. Não passa de uma ilusão. Ah você tenta torna-la bem real, não tenta? Como você tenta se ligar na coisa que está tentando se desligar. (Kuthumi dá uma risadinha) Como você luta pelo dia afora, mas quando eu chego pra tirar o dia de você, você grita e tenta pega-lo de volta. Tolos, humanos tolos. (Kuthumi mais uma vez dá uma risadinha)

Então, queridos Shaumbra, oh como eu dizia, eu sei o que é ficar tão travado, tão enfiado num loop, nesse tipo de processo que você não consegue sair.

Essa coisa da Nova Energia – vocês estão apenas começando a descobri-la. No momento que você acha que entendeu um tico, ela escapa ao entendimento. Parece que vai para um tipo de esconderijo. Toda vez que você sente essa nova camada, ela some pra algum lugar, não some? Toda vez que você sente a si mesmo a ponto de florescer, você se fecha. Você se fecha como um cinto de castidade bem ruim. (risadas, Kuthumi dá uma risadinha) eu tenho que dizer isso a você, eu falei pra Cauldre que teria de expor um humor negro hoje só pra fazer você sair desse ponto em que está metido. Então, onde estávamos? Ah, sim… (dá uma risadinha)

Nós falamos, eu e você – cada um de vocês e eu. Assim como Tobias fala com você e Adamus fala com você, eu tenho conversado com você sobre essa Nova Energia. Parte de você quer tanto conhecer como é. Mas aí tem aquela outra parte que está com medo de experimentar sem te-la bem definida, sem te-la alinhado numa ordem certa e escrito em baixo numa folha de papel com as garantias e uma boa impressão e tudo mais. Você quer 30 dias de garantia ou seu dinheiro de volta. (risadas) Você quer que eu lhe dê uma amostra, uma demonstração ou um teste, e ela não funciona dessa maneira.

Nova Energia – ela é diferente. Aqueles que são novos nessa reunião de Shaumbra, vocês vêem que a energia vibracional funciona pela oposição de forças ou dualidade. Você a descreve como luz e escuridão, masculino e feminino, em cima e embaixo. Mas você percebe, tudo tem sua força oposta, e esse é o jeito como sua realidade foi construída até agora. E, a propósito, até um certo ponto esse é um jeito muito efetivo de criar realidade.

Até o ponto de o espírito e a consciência desejarem aprender de uma maneira diferente, não mais querendo os mesmos velhos padrões repetidos, forças se opondo, bom versus o mal, drama, drama e mais drama. A consciência chega a um ponto – seu espírito chega a um ponto onde diz: “eu sei como a dualidade funciona. Eu conheço a batalha. Passei por muitas delas. Eu conheço as forças em oposição e sei que nenhuma força jamais vence. Apenas se mantém, opondo-se. Mantém os mesmos padrões.” Então a consciência diz: “Deve haver algo mais por aí. Tem que haver algo além de forças se opondo”, e há. Mas a ilusão em que vivem é tão forte e quer muito ficar ligada a sua própria identidade. Ela não quer liberar. Ela se agarra firmemente e recebe apoio de todas as outras energias de sua realidade. Seu local de trabalho e até mesmo a realidade de seu ambiente físico, tudo se agarra desesperadamente para tentar manter essa ilusão inteira junta. Mas, ainda assim, a consciência sai e diz: “Tem que haver um caminho diferente de experimentar vida”. E é onde vocês estão agora.

E há um meio diferente. Há, e ele envolve algo que chamamos Nova Energia. A Nova Energia não é vibracional. A Nova Energia é expansível – isso nos traz de volta ao Shaumbra 101, coisa antiga para alguns de vocês, e nova para outros – e essa Nova Energia não precisa de uma força oposta para se conhecer. Ela não precisa de espelho para se ver. Ela não precisa de coisa alguma para se arremeter. Ela é expansível porque flui graciosamente pra fora e pra dentro ao mesmo tempo. Ela é tão diferente da velha energia vibracional que é difícil de reconhecer. Vocês estão acostumados a sentir energia a certo nível. Estão acostumados a responder muito tipicamente em ambiente tridimensional. Mas a Nova Energia é muito diferente.

Ser Soberano

Eu nem quero descreve-la em detalhes. Adamus fará isso mais tarde. Eu só peço que se abra pra ela. Especialmente, em algumas dessas questões que estão a sua frente em sua vida no momento, que derrubaram você, te deixando realmente frustrado. Agora, por um momento olhe além da frustração. Você põe a culpa em algumas coisas próprias que estão acontecendo em sua vida no momento, mas a frustração é realmente sua consciência e seu espírito querendo abrir-se, querendo experimentar de um jeito diferente. E ele pode.

Ela pode.

Eis o desafio. Pode ser liberar a ilusão – a velha ilusão. Pode ser liberar algumas dessas coisas a que você se segura tão firmemente, um velho jeito de fazer negócio e isso pode ser aterrorizantes para a ilusão humana. Nada quer ir sem ter algumas garantias.

E é nesse momento que você entra. Sua confiança. Sua confiança, não em alguma coisa lá fora, mas sua confiança em si mesmo. Sua habilidade em confiar a um nível muito profundo, sabendo que vai funcionar. Agora isso é um pouco apavorante porque parte do condicionamento da Velha Energia é sempre confiar em alguém mais, sempre se apoiar em alguém que vai fazer tudo funcionar. Mas aqui nessa nova consciência, o que se pede a você é que confie em si mesmo, confie nesse salto que está dando para a Nova Energia, a qual é praticamente indefinível; dar esse salto na Nova Energia que não funciona nada como a Velha Energia; dar esse salto para uma nova maneira de experimentar a vida, experimentar a si mesmo fora da velha ilusão.

Agora, há uns poucos Shaumbra que permitiram isso a certo nível, e eles serão os primeiros a dizer a você: “Apenas faça.” Apenas tenha essa confiança. Dê o salto. Você não tem nada a perder, exceto a ilusão que tinha antes. Eles estão fascinados e lhe dirão como eu digo agora a você, “É tão infinitamente simples, tão maravilhosamente fácil que é duro.” Parte do condicionamento da velha dualidade faz as coisas ficarem difíceis. Isso é parte de sua ilusão – fazer a coisa mais dura, para torná-la real – você sabe como é. A Nova Energia é tão fácil que a velha parte de você vai negar que possa ser feito desse jeito fácil. Você pode escolher o fácil. Você pode escolher dar o salto. Você pode escolher confiar em si mesmo.

Energias Atuais

Chega de palestrar. Ok, onde estão estamos agora, nesse momento, Shaumbra? Energia travada. Deixe-me definir o que está se passando.

O mundo está um caos como nunca antes. A energia está se movendo mais rápido, a consciência está mais travada por um lado, mais ameaçada por outro, e mais assustada do que jamais esteve, mesmo em minhas vidas na Terra.

Vocês têm líderes nos governos, nos mais altos níveis, com poucas exceções, que não tem uma idéia. (risadas) Agora, eles vão para frente das câmeras de televisão e dizem: “Trabalhamos nessa questão e achamos que temos o programa novo apropriado, que envolve é claro alguns novos impostos para lidar com as questões do povo e pedimos a todos que dêem um crédito de confiança.” Depois voltam correndo para seus pequenos escritórios onde se escondem e não sabem o que fazer. Esse tipo de coisa agora prolifera abundantemente pela Terra.

Nós aparecemos, especialmente Adamus, nesses encontros de seu G8 – nós chamamaos de encontros do “zum-zum-zum” (muita risada, Kuthumi dá uma risadinha) – e todo mundo parece muito importante, agem como se tivessem que defender e criar essa energia para seus países, para seus cidadãos. E entram nesses encontros com todo tipo de documentos – milhares de documentos que não leram e jamais lerão (risadas) – e apresentam soluções que sequer acreditam, porque sabem que essas soluções jamais serão aceitas. Entram e passam por essas soluções à mesa, sabendo que se trata apenas de pontos de debate e não propostas para uma solução.

Então seus líderes, com umas poucas exceções, não tem a chave para lidar com os problemas mundiais agora, parcialmente porque não há escola, não há mentores que tenham passado pelo o que está acontecendo na Terra. Assim tudo é especulação e teoria, e mais que tudo, tudo é maquiado. É como o Oz (O mágico de Oz) atrás das cortinas, fazendo grandes ruídos sem ter uma chave.

Agora isso deveria deixá-los um pouco alterados! (risadas) Só um pouquinho. E a propósito – temos que rir porque realmente aparecemos nesses encontros – você percebe que, ao fim do dia, as soluções sempre significam ou contratar alguém para estuda-las – o que significa que nada será feito, ou aumento de impostos, o que significa que alguns poucos vão ficar mais ricos. Mas queridos amigos, nos corredores dos governos e dos parlamentos e das legislaturas e das ditaduras e todo o resto, eles não sabem. Isso é assustador.

Vamos prosseguir para o próximo cenário aterrorizante. (risadas) E, queridos Shaumbra, estou falando com sinceridade. Falo com meu coração. Os banqueiros – essa é uma apavorante linhagem de humanos na Terra. Você vê, essa comunidade de banqueiros – e Saint-Germain falará mais sobre a evolução do atual sistema bancário – mas ela evoluiu de alguns sistemas feudais muito antigos, o que lhe dá uma dica da energia por trás dela. E depois, sem entrar em conspirações, passou de um seleto grupo de humanos de um seleto grupo de linhagem aparentada, como que criando um sistema global de finanças e transações bancárias.

Agora, vocês têm essa crise mundial e eles não têm nenhuma idéia. Os grandes nomes, dos quais você ouviu falar que Cauldre está dizendo que não podemos falar – Rockefeller (muita risada quando Kuthumi fala ‘Rockefeller” bem rapidinho) – sim, grande nomes que tem estado por trás do dinheiro durante um longo período de tempo, eles não tem uma idéia. Agora, de uma certa maneira eles não ligam porque eles – prestem bem atenção – eles acham que tem o suficiente, assim que estão isolados da crise que acontece no resto do mundo. Mas, você sabe, quando a Nova Energia e a Velha Energia se juntam, às vezes elas não se misturam tão bem. Às vezes – como dizer, como Tobias chamou – acontece uma colisão e coisas totalmente inesperadas acontecem. Coisas completamente inesperadas.

Então, agora mesmo eles estão sentados em suas mansões dando uma olhada nessa crise dos bancos e não tem a mínima idéia do que fazer. Então eles enviam um bocado de mensagens e aparecem com um bocado de programas novos que põem na estrada para os que estão nos bancos atuais, os que estão fazendo empréstimos, que estão sem traçar os regulamentos que deviam estar fazendo. E o que eles estão fazendo agora é criar comoção – a chamada ‘cortina de fumaça’ – para dar a impressão que sabem o que fazer. Mas, querido Shaumbra, eles não tem idéia. Não mesmo. Estão tão perplexos quanto vocês. Oh, desculpe, eles estão mais perplexos que vocês sobre o que fazer.

Eles estão tentando voltar aos velhos sistemas. Estão tentando voltar à maneira de fazer dos antepassados, e assim não funciona. Nesse momento eles estão tentando de tudo para fazer parecer que estão fazendo alguma coisa, e isso só aumenta o caos geral, aumenta a confusão do dia.

Negócios. Os negócios estão muito ocupados no momento. Os negócios muito bem estabelecidos por longos períodos de tempo estão passando por uma situação que nem seus analistas conseguem analisar. Mesmo seus gurus nas finanças ou no mercado ou a turma da área de “Pesquisa & Desenvolvimento” não conseguem entender. Eles nem sequer sabem se estão de cabeça pra cima ou de ponta cabeça num ponto determinado, e mesmo com todas as discussões acontecendo nas mesas de diretorias, ninguém realmente sabe o que fazer. Como poderiam saber? Em menos de um ano o mundo foi virado de cabeça pra baixo. As maneiras de antigamente de fazer negócios não é necessariamente as novas maneiras. Os que mantinham o poder estão percebendo o poder se dissolver e ninguém sabe o que vai acontecer em seguida. É bem aterrorizante.

Eu poderia continuar listando sem parar, falando sobre as instituições, falando sobre as pessoas que foram líderes, que no passado vinham ajudando a pavimentar o caminho, que não tem nenhuma idéia. E isso por si só deveria ser assustador pro eu humano, pra mente humana.

Mas quando você entra sentindo essas energias, por outro lado é extremamente libertador. Há sempre o medo do que vai acontecer se houver um caos em massa na Terra. O que acontece se essa situação agora se tornar tão tensa que estoure? O que acontece se fizermos um repeteco de Atlântida? O que acontece se o clima se tornar tão ruim que ocasione a falta de alimentos, que cause violência nas ruas? Então há essa parte humana de você que está realmente entrando no sentimento da coisa, e é onde estamos.

O Elefante

Você esteve comendo o elefante, que é um grande elefante cor de rosa, é toda essa coisa chamada de mudança para a Nova Energia. Você vem sentindo a mudança na consciência ou pelo menos querendo mudar. Você vem sentindo a tensão e a incerteza pelo mundo todo. Por que? Porque vocês são Shaumbras; porque estão conectados a Terra tanto quanto estão conectados ao céu; porque vocês tem o mais profundo nível de empatia e sentem as coisas; porque há um saber interno de que agora é um momento histórico sem precedentes. Você sabe de suas experiências pessoais de que não se trata apenas de uma pequena mudança, como alguns tentam afirmar. Essa é a maior evolução, talvez revolução, de todos os tempos.

Então, vamos respirar profundamente e brindar a isso.

Então vocês começaram nesse sentimento e na introdução dessa energia. Vocês começaram a comer o grande elefante. Oh, e ele é enorme. É o maior elefante que você já encontrou. E você disse: “Mas, eu sou Shaumbra. Estou aqui para ajudar a manter essa energia em movimento. Estou aqui nesse tempo de mudança fenomenal na Terra,” e você começou a comer esse elefante. Aí você percebeu que não poderia comê-lo mais e ficou travado no meio do caminho. Você ficou com parte do elefante dentro de você e parte do elefante pendurada pelos orifícios de seu corpo. (risadas) E como somente uma parte está dentro, sua natureza, o que vou chamar seu sistema digestivo consciente – a habilidade de sentir energias, a habilidade de senti-las totalmente e depois deixá-las fluir – essa habilidade parou. Você pegou…Um tipo de uma terrível paralisia – uma paralisia da consciência – e é onde você está agora. Você não está digerindo o que já está dentro. Você não está comendo o que ainda está pendurado.

Mas hoje, da maneira mais simples, sem usar de maneira nenhuma os velhos métodos, sem usar a mente, e eu não quero nenhum de vocês fazendo afirmações… Afirmação é um logro. (risadas) Realmente um desapontamento horroroso. Afirmação é uma pilha de bosta, porque você não acredita nela. De outra maneira você não a faria. Você não confia em afirmações. Ela cheira. Ela é masturbação mental. Então, queridos amigos, não façam essas afirmações. Deixe-as para outros humanos de ações afirmativas por aí.

Visualizações são a mesma coisa. Quando você tenta visualizar… Agora, tenho que dar uma bronca em alguns de vocês, e vocês sabem quem são vocês, tivemos algumas conversas. Vocês tentam visualizar esse mundo de paz e de ordem – de acordo com o que? De acordo com a visão de quem e de acordo com qual prioridade? Você entende. Agora, eu sei que vou receber um bocado de – como dizer – e-mail celestiais de humanos dizendo: “Mas é isso que devemos fazer agora. Temos que visualizar a paz no mundo. Vamos fazer um grupo de orações. Vamos fazer meditação mundial.” Baseados no quê? Seu velho conceito de mundo? Seu passado? Maneiras que usou antes? (risadas quando Kuthumi se levanta a cada frase que pronuncia) O mesmo velho programa? (Linda diz: “Pega leve, camarada.” Risadas da audiência e de Kuthumi) Estou sendo o boneco de molas, saindo da caixinha de surpresas! (Linda diz: “E que boneco!” Mais risadas)

É a mesma velha rotina. Então vamos dispensar isso hoje quando você se permite fazer a digestão da consciência e começa a comer o resto dessa consciência que está sentindo, porque ela é nova. Tão nova, tão Nova Energia que não vem do passado. Que não pode ser definida. Não pode ser visualizada. Não pode ser descrita. Não pode ser afirmada. Não pode ser meditada. Não pode ser rezada. Apenas é. Vê como é simples?

Eu sei que alguns de vocês têm esse desejo. Tem um de vocês bem aqui que quer que eu organize um grupo de abertura de portal em algum lugar no mundo, para onde iremos e faremos nossas afirmações e o que quer que seja – isso não funciona. Por que? Não que isso seja ruim. Não que isso não venha do coração, mas é porque é velho. É velho.

É muito freqüente quando indivíduos ou grupos se reúnem em afirmações, eles afirmarem seu velho jeito de fazer as coisas. Ele rezam e pedem velhas soluções. Estão usando velhos truques e velhos clichês. E, queridos amigos, é tudo tão novo agora.

Algumas vezes é mais confortante sentar-se num grupo e cantar Kum Ba Yah. (canção muito cantada nas fogueiras em acampamentos de escoteiros) (risadas, Kuthumi dá uma risadinha) Eu sei que alguns de vocês adorariam que Adamus chegasse aqui com seu pó mágico branco. Ah, sim! Oh, ele devia ter esse pó mágico branco. Ele não tem. Porque isso seria fascinante ou seria dramático, e seria talvez um alívio momentâneo.

Tudo isso são truques, ilusões. Não que sejam de natureza maligna, mas são estão apenas conjurando o velho. Não é para isso que vocês estão aqui.

Sentindo Tudo

Então hoje vamos entrar no nível mais profundo do sentir. Metade do elefante dentro, metade do elefante fora. O que você faz? Um pouquinho de respiração. Um pouquinho de respiração, e eis aqui o desafio. Tem havido um pouco de – como dizer – energia parada por aqui porque parte de você está realmente com medo de sentir, de sentir de verdade – você se permite um gostinho – mas sentir realmente o caos acontecer na Terra agora.

A propósito, como Tobias lhes disse, vocês têm esse maravilhoso hábito de quando entram nesse tipo de consciência constipada, vocês se viram contra si mesmos, se culpando por não fazer a coisa certa. Não se trata disso de maneira nenhuma. Há uma tendência natural – baseada em seu passado, quando você chega a certo ponto no sentir, no sentimento, a ponto de permitir completamente essas energias do caos, de mudança e de transformação ser sentida por cada parte sua – você para e pensa se pode agüentar mais. Então você entra nesse tipo de estado congelado de ser.

Mas hoje vamos, nessa energia de grupo, entrar num estado total do sentir. Vou convidá-los a se permitir sentir completamente a energia do caos na Terra. Permita-se sentir essa falta de esperança que tantos humanos sentem nesse momento. Permita-se sentir a incerteza que tantos líderes sentem. Permita-se sentir como tanto líderes mundiais conhecem a fraude que está acontecendo, mas permita a coisa continuar a acontecer. Permita-se sentir esses padrões climáticos de que Tobias falou.

Você vê, você esteve sendo assaltado por tudo isso e aí parou. O processo inteiro parou e foi travado meio dentro, meio fora de você. Então agora mesmo nesse espaço sagrado e seguro, deixe tudo isso entrar em seu corpo. Não vai causar danos, não vai causar câncer em seu corpo. Oh, você vê, você tinha medo. Você se segurou. Você disse: “Ah, se eu deixar mais coisa entrar em mim, ela poderá destruir meus órgãos, meu fígado…” Deixe entrar. Deixe que tudo seja totalmente experimentado dentro de você.

Essas energias são apenas energias. Apenas consciência. Permita-se, no nível mais profundo da empatia, sentir o medo por que passam os humanos agora mesmo, imaginando se terão suas casas mês que vem, se sua conta de aposentadoria estará aí pra eles. Permita-se sentir o medo que os humanos têm de seus governos – que estão aí para servi-los – se esfacelem. Permita-se sentir completamente o medo de uma das coisas que vocês mais temem – o medo dos humanos de que seja realmente o fim do mundo. E vou lhes dar uma dica – é o fim do mundo. É o fim do mundo como vocês o conheceram, o fim do velho jeito de fazer as coisas – e está aqui. Não vai esperar um par de anos ou um par de décadas ou séculos, está acontecendo.

Introduza isso em seu corpo através da respiração

(pausa)

Permita-se sentir completamente. Não tente filtrar. Não tente só pegar as partes boas e não entre no mental. Sinta a coisa toda.

(pausa)

Sua mente criou esse tipo de estado congelado onde todas as energias se tornaram paralisadas porque ela está tentando entender tudo. Nesse espaço seguro permita sua mente sentir e até mesmo experimentar toda essa consciência, a outra parte do elefante.

(pausa)

Deixe suas emoções sentirem. Você ficou paralisado, congelado porque não acha que suas emoções consigam agüentar mais. Você mal consegue olhar para um jornal, ouvir as notícias do mundo porque suas emoções queridas estão sobrecarregadas. Você não acha que possa agüentar alguma coisa. Você tem seus próprios problemas, você diz, como pode agüentar tudo isso? Nesse espaço seguro, traga tudo. Você ficará surpreso com o que pode agüentar

(pausa)

Os desconfortos que vem sentindo em seu corpo, o caos e a incerteza em sua mente são essas energias paralisadas porque vocês são seres que podem sentir tudo a seu redor, tudo a seu redor de um modo global.

Quando você começou a engolir um pouco, sentiu a trava, a paralisia. Todos seus sinos de alarme desligaram e pararam bem aí. Então o que você faz? Bem, ou cospe pra fora – o que é praticamente impossível – você não pode voltar atrás, você não pode des-sentir o que já sentiu, ou engole o resto.

Então, respire profundamente.

(pausa)

Permita-se engolir o resto. Permita que flua pelo seu corpo adentro, pela sua mente, pelo seu espírito, por suas emoções e em cada parte sua. Permita-se absolutamente incorporar a consciência da humanidade nesse momento.

(pausa)

E fazendo isso, permita-se transformar-se nessa camada mais elevada de consciência – todos os potenciais com a Nova Energia – permita-se expandir nela. Agora, você está introduzindo muita coisa – a consciência da humanidade, todo o caos. A propósito, caos passou a ter um significado de algo ruim. Ele é absolutamente lindo, e isso é uma coisa que você vai descobrir expandindo para a camada da Nova Energia. Isso lhe permite introduzir todo esse sentimento – empatia, sentimentos, introduzir em seu corpo, em sua mente, em sua realidade humana nesse momento – sem ficar sobrecarregado.

E não também não tente empurrar a coisa toda porta fora. Alguns de você estão dizendo: “Ok, vou introduzir isso por um momento e depois ponho pra fora.” Estou pedindo a você que sinta, sinta, digira essa coisa chamada consciência humana, o mundo de hoje. Se for caos, se é miséria ou medo, ou novos potenciais, o que quer que seja, introduza em si mesmo.

Estava tudo muito paralisado aí dentro, de uma maneira muito desconfortável pra você, aí seu corpo começou a apresentar os sinais de como você estava sentindo essa paralisia. Tanto de vocês receberam realmente uma pancada em algum de seus membros. Dor nas mãos. Muitos de vocês experimentaram – as mãos e os joelhos, e os pés – isso porque essa energia ficou travada no meio do caminho, e aí seus corpos reagiram. Problemas com os ombros e o pescoço, nas costas e todos esses outros lugares, tudo relacionado a você permitir a entrada de um pouco dessa energia.

Ao se permitir sentir a humanidade e as mudanças, e todas as entidades na esfera próxima a Terra, incluindo os seres angélicos trabalhando com você e os seres humanos aí travados – você está sentindo todos eles também – você ficou sobrecarregado. E tentou usar as ferramentas da Velha energia para resolver algo muito, muito diferente.

Então nesse espaço, permita-se introduzir totalmente, inclusive permitindo-se sentir, digerir as energias de alguns desses seres nas esferas próximas a Terra que estão realmente travados, realmente numa arapuca, bem como os seres angélicos e todo o resto.

Respire profundamente. Introduza tudo isso.

(pausa)

Eu posso ver o quadro claro de onde você esteve mais cedo hoje. Você se permitiu um gostinho do que estava acontecendo e aí travou. Mas aqui sendo ousado e destemido, e sentindo o gosto de tudo, sentindo o gosto de tudo, sentindo cada parte disso, você de repente percebe que há algo mais entrando nesse momento, e é essa Nova Energia de que vemos falando. Ela também entra.

Respirando a Transformação

Agora… Agora que você tem tudo isso em você, agora que você comeu todo o elefante, agora que ele está em seu estômago, em suas emoções, em sua mente, agora o que é que você faz? O que você faz agora?

Bem, queridos amigos, você continua a respirar porque agora não precisa tentar por isso pra fora. Você não tem que tentar se livrar disso. Isso naturalmente se transmuta, e vai do estado de uma energia temível ou duvidosa, vai de uma energia excessiva de volta a seu estado puro. Ela naturalmente sai após passar pelos tecidos de qualquer corpo em que esteve. Ela naturalmente faz seu caminho pelo mental. Naturalmente passa por suas emoções. E o que você tem ao final desse processo constante, desse processo de fluência é um novo insight, uma nova clareza e simplicidade.

Você tem um entendimento mais profundo do que está acontecendo no mundo, um entendimento mais profundo de seu mundo. Vê, seu mundo – seu mundo pessoal – e o mundo exterior são tão interligados que é

Difícil dizer a diferença entre um e outro. Ma agora isso propicia mais clareza sobre você.

Você não pode fazer isso e está apenas permitindo-se sentir parcialmente o que está acontecendo. A energia vai ficar travada se você sente parcialmente. Certamente compreendo por que você chegou ao ponto onde disse: “Não posso mais,” e é nesse momento que é hora de mais uma mordida, de entrar mais fundo.

Então, continuem respirando isso nesse momento, e vamos fazer algumas coisas um pouco diferente agora. Vamos pedir que continuem respirando isso e vamos pedir um pouquinho de orientação ou um acompanhamento humano para sua respiração; eu ficaria honrado em pedir a meu querido amigo Garret para subir aqui e fazer alguma respiração com vocês. Oh, nós trabalhamos tão juntos no passado, que seria uma grande honra.. Algumas vezes ele fica atrás, mas eu que você veja seu brilho, sua maneira de introduzir tudo, sua maneira de sentir tudo e observar como o processo natural transmuta isso.

Então, meu querido, quando você puder.

GARRET: Estou tão agradecido por esse assunto, porque esse tem sido meu objetivo ou minha busca e também de Norma pelos últimos três ou quatro anos, e nós tentamos em nossos seminários estender o convite e convida-los a isso. Então estou muito agradecido que isso seja o tema em pauta..

Apenas sinta. Não se preocupe com o ar entrando e saindo de seu corpo, são as rodas de treino. Apenas sinta.

(pausa)

Não que sejamos mestres nisso ainda, mas nos comprometemos nessa direção. Não que possamos dizer a você como fazer, mas podemos dizer a você que nós vamos fazer.

(pausa)

Assim, agora apenas sinta. Sinta essa parte de você que está falando com você nesse momento, que está dizendo: “Sim, podemos fazê-lo. Queremos fazer isso. Nos comprometemos a fazer isso.” Sinta essa parte dentro de você convidando-o. Sinta essa gnost em você, sinta sua divindade dizer: “Nós – o nós dentro de mim – pode fazer isso.”

(pausa)

E então quando terminarmos diga, “Meus passos pousarão agora em um novo chão.”

(pausa)

Inspire esse sentimento, sabendo que está aí sempre que escolher senti-lo.

KUTHUMI: Querido Shaumbra, na próxima vez que estiver oprimido pelo que acontece no mundo a seu redor, na próxima vez que estiver esmagado pelo que está acontecendo em seu mundo pessoal, as mudanças em tudo – tudo sobre você – ao invés de dar um passo atrás ou de parar, termine o que está em seu prato. Coma o resto. Esse é o momento perfeito – ao invés de dar meia volta, ir fundo.

Agora, parece ser uma contradição. Parece que é tempo de correr e se esconder ou fechar a válvula e dizer, “É tudo que agüento.” Mas engula o resto. Pegue o resto desse sentimento, dessa consciência porque o que acontece aqui é que quando você faz isso, a Nova Energia entra fluindo para fazer parte do que vem em seguida. Parte de sua consciência, parte dessa nova camada de que falamos. Não trave, é o que estamos dizendo. Não pegue um pouquinho e pare. Vá em frente. Não queremos ter que estabelecer casas pela metade para Shaumbras.(risadas) Teremos casa inteiras para Shaumbras.

A Benção

Agora, de volta a questão. O que você faz uma vez que introduziu tudo isso, uma vez que foi além do esmagamento – além das forças na mente, nas emoções, em seu corpo? Oh, ouvimos tantos de vocês dizendo: “Eu não consigo mais.” É esse o momento para tomar mais. É o momento para pegar mais, porque é nesse momento que a transmutação verdadeira, a alquimia para a Nova Energia acontece. Seus sistemas ficam realmente sobrecarregados e que momento perfeito para essa Nova Energia romper pra dentro. Na próxima vez quando se sentir ao ponto da sobrecarga, de entorpecimento, prossiga. Engula o resto.

Agora, isso entra em seu corpo, mente, espírito., Como você tira tudo? Você não tenta. Isso é importante. Você não tenta tirar.

Tentar é um certo… Shaumbra, tentar tirar isso vai levá-lo a um logro. Você não deveria tentar nada mais.

“Tentar” é uma maneira da Velha Energia da dualidade de fazer as coisas. Então não tente se livrar da carga. Você não confia que o corpo, a mente, as emoções, o espírito sabem o que fazer? Você não confia que essa energia que você introduziu, esse sentimento também é como um rio? Ela flui, depois que é entregue, com sua dádiva, com sua sabedoria e sua expansão. É por isso que você está fazendo isso, para receber essa dádiva.

Agora, você também está fazendo mais uma coisa que é muito, muito importante. Lembre-se que eu disse que os banqueiros não sabem mais como cuidar das finanças. Os políticos não sabem mais fazer política. Os homens de negócios não têm pistas. No momento ninguém sabe o que fazer – com muito poucas exceções. Eles não sabem o que fazer. Quem sabe?

Bem, Deus não sabe o que fazer. Deus realmente não ligar, está assistindo e curtindo… Você são Deus, queridos amigos. Vocês são Deus, tendo grandes momentos, experimentando tudo isso.

Os alienígenas – eles não têm uma indicação. Eles também não têm pista do que está acontecendo na Terra.

Eles continuam verdes, (risadas) isso diz alguma coisa pra vocês!

Então quem tem uma pista? Quem sabe as respostas se os outros não têm? Se essas confiáveis instituições e organizações não tem uma pista? Bem, vocês têm. Vocês não acham que tem, mas tem – quando se permitem beber tudo, comer a outra metade do elefante, incluindo tudo mesmo quando estiver sobrecarregado, porque isso é a transmutação da consciência pela qual você passa pessoal e individualmente.

E aquilo por que passam, também como um grupo de Shaumbra e seres iluminados na Terra, envia – como dizer – os raios ou faróis que abrem os novos níveis de consciência que entram nos novos líderes, nos novos banqueiros, nos novos pesquisadores – ou nos velho que estejam desejando mudar.

Literalmente, querido Shaumbra, as respostas para o amanhã deste mundo estão em você. Estão em você. Você coça a cabeça e diz: “Mas não sei o be-a-bá das finanças, como poderia ter a resposta?” Eu não quero entrar nos negócios, como poderia ser eu a ter as respostas?” Agora é tudo uma questão de consciência, de iluminação, de novas fontes. É por isso que você é a resposta.

Você se torna o fio condutor. Você se torna a abertura para os outros seguirem. Eles podem ver pelo exemplo, você foi além da opressão e do esmagamento, ou das velhas ilusões para o novo. Você se tornou o primeiro a escalar a montanha ou atravessar o abismo ou o que quer que queira dizer, mas foi o primeiro nesse novo nível de consciência. Eles sentirão isso intuitivamente. Tocarão intuitivamente em suas energias como Standard e então as usarão. Usarão em suas profissões, na maneira como farão as coisas. Vocês podem ser aqueles que os inspirarão através de livros que escrevam, através da música que cantem ou qualquer outra expressão que usem. É por isso que nós, nas esferas angélicas em especial, temos tanto interesse no que estão fazendo. Não apenas por sentirmos um grande amor e honrar vocês, mas também por estarmos vendo o que realmente está acontecendo aqui na Terra.

Uma Canção de Amor

Vou pedir a um dos meus músicos favoritos que toque uma das minhas músicas favoritas e peço que você ouça essa música como se todos nós – Adamus, Quan Yin, Tobias, eu mesmo e os demais do Conselho Carmesim – estivéssemos cantando pra você. E enquanto cantamos, peço que você termine de comer o que está em seu prato. Engula o resto dessa energia e permita-se senti-la atrozmente. A coisa que você tem segurado, essa energia de caos da Terra, introduza-a.

Seu sistema sabe exatamente o que fazer com isso, como liberar isso. Isso não vai ficar parado aí. Não vai lhe causar má sorte. Não via lhe causar uma doença. Bem pelo contrário. Enquanto a música está tocando, queridos amigos, comam o resto.

(Ralph Nichols canta “You’ve got a friend” – “Você tem um amigo” de Simon and Garfunkel)

Quando você está pra baixo, com problemas

E precisa de cuidados amorosos

E nada, nada está dando certo

Feche seus olhos e pense em mim

Estarei logo aí

Para iluminar até mesmo sua noite mais escura

Chame meu nome

E saiba que onde quer que esteja

Chegarei correndo, sim chegarei

Para vê-lo de novo

Inverno, primavera, verão ou outono

Tudo que tem a fazer é chamar

E eu estarei aí, sim estarei

Você tem um amigo

Agora se o céu acima de você

Se encher de nuvens escuras e pesadas

E o velho vento norte começar a soprar

Mantenha sua cabeça firme

E chame meu nome em voz alta

Logo me ouvirá, batendo a sua porta

É só chamar meu nome

E saiba que onde eu estiver

Virei correndo, sim virei

Para vê-lo de novo

Inverno, primavera, verão ou outono

Tudo que tens a fazer é chamar

E estarei aí, sim estarei

Você tem um amigo

Não é bom saber

Que você tem um amigo?

As pessoas podem ser tão frias

Podem machucá-lo, abandona-lo

Tirar sua alma, se deixar

Ah, mas você não vai deixar

É só me chamar

E saiba que onde que quer que eu esteja

Virei correndo, correndo

Para vê-lo de novo

Saiba que

Inverno, primavera, verão ou outono

Tudo que tens a fazer é chamar

E eu estarei aí, sim estarei

Você tem um amigo

Agora você tem um amigo

Ah, querido, você tem um amigo

(aplausos)

KUTHUMI: Querido Shaumbra, a coisa vai ficar mais intensa na Terra. É natural. É hora da nova consciência entrar, e na chegada desse tempo de mudança, tudo vai ficar muito, muito intenso e muitos não serão capazes de lidar com isso. Esse é o momento que dizemos a vocês Shaumbras, como pioneiros da consciência, como líderes da consciência na Terra, esse é o momento de introduzi-la. E quando achar que está a ponto de ser esmagado – “É demais, eu não aguento.” – é esse o momento de inspirar tudo.

Agora, pode parecer um passo ilógico, mas na verdade é um passo muito natural. Você termina de comer, faz a digestão. Deixa a Nova Energia entrar e transmutar, e então você descobre como é absolutamente simples. E o que parece ser um caos ou confusão, ou perda da esperança é de fato um novo e brilhante dia para você e, eventualmente, para os outros na Terra.

Viremos para o momento de nossas perguntas e respostas logo, logo, mas quero dizer mais uma vez que prazer é estar com Shaumbras.

Namaste.

Tradução para o Português:Sonia Gentil soniagentil@uol.com.br

———————————————————-

Tobias do Conselho Carmesim é apresentado por Geoffrey Hoppe, com o pseudônimo de “Cauldre”, Golden, Colorado. A história de Tobias, do bíblico Livro de Tobit, pode ser encontrada no web site do Círculo Carmesim: www.crimsoncircle.com. O Material do Tobias é oferecido gratuitamente aos Trabalhadores da Luz e Shaumbra de todo o mundo desde agosto de 1999, época em que Tobias disse que a humanidade tinha ultrapassado o potencial de destruição e entrado na Nova Energia.

O Círculo Carmesim representa uma rede mundial de anjos humanos que estão entre os primeiros a fazer a transição para a Nova Energia. Enquanto eles vivenciam as alegrias e os desafios do status da ascensão, ajudam outros humanos em suas jornadas, compartilhando informações, atendendo e orientando. Mais de 50.000 visitantes vão ao web site do Círculo Carmesim todos os meses ler os últimos materiais e discutir suas próprias experiências.

Os encontros do Círculo Carmesim acontecem mensalmente em Denver, Colorado, onde Tobias apresenta as informações mais recentes através de Geoffrey Hoppe. Tobias declara que ele e os outros do Círculo Carmesim celestial estão, na verdade, canalizando os humanos. De acordo com Tobias, eles estão lendo nossas energias e traduzindo nossas próprias informações de volta para nós, de modo que possamos vê-las vindo de fora, enquanto as vivenciamos no nosso interior. O “Shoud” é uma parte da canalização em que Tobias fica de lado e a energia dos humanos é canalizada diretamente por Geoffrey Hoppe.

As reuniões do Círculo Carmesim estão abertas ao público. O Círculo Carmesim sobrevive com o amor sincero e a doação dos Shaumbra de todo o mundo.

O objetivo dos que fazem parte do Círculo Carmesim é servir de guias humanos e professores àqueles que seguem o caminho do despertar espiritual interior. Não é uma missão evangélica. Pelo contrário, a luz interior é que guiará as pessoas até você para receberem compaixão e atenção. Você saberá o que fazer e o que ensinar nesse momento, quando vier até você o humano precioso e único, pronto para embarcar na jornada da Ponte de Espadas.

Se você estiver lendo isto e sentir a verdade e a conexão, você é realmente um Shaumbra. Você é um professor e um guia humano. Permita que a semente da divindade cresça dentro de você agora e em todos os momentos que estão por vir. Você nunca está sozinho, porque a família está espalhada por todo o mundo e os anjos estão ao seu redor.

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/

© Copyright 2009 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.

www.novasenergias.net/circulocarmesim Site Oficial do Circulo Carmesim. Todos os direitos reservados.

A Série do Retorno:
OS MATERIAIS DE TOBIAS

Love is in the air- by ॐ Nana ॐ Índigo Blue

Eu tenho certeza que a felicidade definitivamente chegou em minha vida pra ficar! Os últimos 30 dias, os fatos em minha vida, as minhas reflexões e a maneira como tenho encarado a vida só tem provado isso. Sinto-me uma pessoa melhor, mais vibrante e alegre.

Não podia deixar de registrar o que aconteceu-me hoje, pois foi a presença de minha Deusa ao meu redor (mais uma vez e sempre).

Hoje foi um dia de expectativa pra mim. Meu companheiro iria defender sua dissertação de mestrado e no exato momento em que ele passou-me uma mensagem eu estava, como nos últimos 30 dias ( deste tempo linear) no paraíso com os anjos. Explico.

Trabalho com educação infantil numa escola pública que mais parece um sonho. Desconheço em Sampa, uma escola privada que tenha mais qualidade e respeito a infância do que esta. Este já foi um presente pela minha decisão para o salto quântico que dei.

Estávamos eu e as crianças lendo o cardápio do dia e nesta escola temos pequenos animais que andam soltos a conviver com as crianças em plena harmonia. Tínhamos acabado de verificar qual seria o nosso almoço quando meu celular vibrou, era uma mensagem do meu amor a dizer que havia passado com 17. A nota máxima em Portugal é 20, e meu companheiro esta a terminar esta etapa para vir para o Brasil quando vamos nos casar.

Quando li a mensagem, as crianças gritaram: Professora, olha que lindo! Qual não foi minha surpresa ao ver duas enormes mariposas negras, com duas bolinhas rosas nas asas a voar, num ritual de corte e numa dança mágica pelo jardim de frente a nossa sala, onde estávamos. Elas bailaram sua dança do amor pela cabeça das crianças e ao meu redor e continuaram a voar pelo jardim.

Uma cena cinematográfica de um filme do Éden. A confirmação do Paraíso na Terra e da doce presença de minha Hécate. Sempre ao meu redor, protegendo-me, abençoando-me com sua sabedoria antiga.

Quem conhece minha história sabe que Hécate manifesta-se pra mim sob a forma das mariposas desde minha infância, quer fossem nos momentos difíceis ou como agora nos momentos de alegria! Uma pena naquele momento eu não estar com a máquina fotográfica no bolso de meu avental para registrar Sua Presença. Vi naquela cena, eu e Nuno a voar, docemente por nosso futuro promissor!

Não poderia mais uma vez, deixar de registrar minha gratidão, meu respeito e meu amor pela fé em meus Deuses e Deusas sempre ao meu lado, guiando-me, conduzindo-me, fortalecendo-me!

Que possamos continuar vibrando amor, respeito, humanidade verdadeira para o nosso planeta a fins de contruir o paraíso na Terra, na Nova Terra!

Blessed Be!

Proteção e apoio nessa Guerra- by ॐ Nana ॐ Índigo Blue- Enlaçador de mundos

Meu Anjo de Luz e Guerreiro Jorge, minha irmã de batalha Paloma me disse que hoje é teu dia.

Na verdade Amado Jorge, pra nós todos os dias são teu dia. Porque é certeza que nos cobrimos com tuas armas nessa guerra quotidiana. Nessa Guerra contra a injustiça, contra o obscurantismo, contra a maldade, contra a babaquice. Tuas armas e nossa fé nos protegem dia-a-dia desse mundo careta e insano. Desse mundo sem amor! Que absurdo não Amado Jorge? Um planeta tão lindo, recheado de mulheres e homens que deveriam reconhecer-se como anjos humanos, em abundância de crianças e adolescentes vivos, curiosos e sedentos de amor e compreensão. Um planeta que jorra abundância e beleza, ser organizado pela Guerra, pela tortura, pelo preconceito e principalmente pelo lucro.

Ahhh Jorge Guerreiro, continue nos fornecendo as armas mais poderosas da lucidez maluca! Nos fortaleça de indignação! Nos proteja com as armaduras da capacidade do enfretamento, do debate e da reflexão!

Peço encarecidamente que ajude-nos a nos unir, numa legião de anjos Humanos, muitos indigos e cristais, para perpetuarmos o nosso propósito do amor.

Jorge Guerreiro, tava aqui a pensar, Índigo tem a ver com indignação???? Que ótimo, poder brincar com as palavras e buscar sentido na linguagem desta brincadeira! É, eu penso que sim! Índigos=Indignados.

É essa legião de seres que o mundo precisa! Falta pouco, mas um fim que não pode ter falhas na ruptura de velhos sistemas!

Sei que Paloma me lembrou de Ti, exatamente porque Tu És o protetor dos Índigos do Mundo! Nosso Guia, nosso apoio nos momentos de desanimo ou descrédito!

Sim, o véu fino que ainda nos cobre e a Guerra contra a maldade que ainda enfrentamos nesse tempo linear, por vezes nos desanima, nos entristece. Mas ao agradecermos e lembrarmos de tuas armas contra os inimigos ( não inimigos pessoas, mas inimigos princípios não humanos) nos fortalecemos novamente, e assim, conseguimos dosar os momentos de quebra de velhas estruturas com nossa força, resistência e porque não ira e noutros momentos usarmos nossa doçura, amor, generosidade e descanso.

Amado Jorge, ainda no tempo 3D, contamos datas, dias de comemorações, resquícios da finura do véu que ainda encobre nossa consciente galáctica, só por isso Tu És lembrado hoje. Nos perdoe esta heresia, pois Tu, como nosso irmão Índigo deve ser lembrado todos os dias neste fim de batalha e Guerra, para o salto quântico!

Que tuas armas nos protejam porque o dragão 3D é enorme e devorador, mas com a nossa união como Anjos de Luz, com absoluta certeza ainda comemoraremos numa grande festa, regada a muito vinho, loucura, amor e ócio!

E assim já é e Salve Jorge!

by ॐ Nana ॐ Índigo Blue- Enlaçador de mundos

Gratidão- by ॐ Nana ॐ Índigo Blue- Enlaçador de mundos

A gratidão é o sentimento humano mais refinado que existe, mais proximo do divino. Ser grato é ter reconhecimento pela generosidade, pelo merecimento, pela aceitação. A gratidão traz a alegria mais verdadeira, aquela que vem do mais profundo do coração. Estar grato é reconhecer uma graça, é a aceitação por ser agraciado. Receber uma graça é receber um dom do universo ou ainda aquele que revela uma força, um carisma, aquele que tem presença.

Sempre considerei-me uma pessoa agraciada. Apesar de observar uma estranhamento da minha pessoa quando observo que desde a mais tenra idade, possuo uma tristeza tamanha que não justifica a minha força, o meu carisma, a minha presença e os presentes que recebo das alturas.

Mas há algum tempo sinto saudades deste sentimento que hoje vivo: alegria de alma e espírito!
A alegria é um sentimento tão sublime. Não uma alegria fugaz. Não uma alegria por receber algo material. Mas uma alegria por ser quem sou. Hoje eu renasci. Sempre soube quem eu sou, mas minha identidade estava presa, absorvida pela tirania que me rodeava e que eu não conseguia me libertar, por varias convenções sociais as quais estava absorvida, tragada. Mas cumpri meu dever e nada mais tenho a fazer nesse lugar ao qual me retiro. Ou seria um Não Lugar?

Como é bom sentir uma liberdade espiritual. Nos dá a certeza que vale a pena viver! Que vale a pena amar!

Se eu doasse um saco lotado de alegria a cada pessoa que conheço, ainda assim eu estaria em abundância! Parafraseando Gozaguinha, “viver e não ter a vergonha de ser feliz!”

Sim, estou e mais do que isso, sou feliz, porque tenho fé, porque tenho carisma, porque sou a cada dia presenteada com dons das alturas, porque sou filha de Deus perfeita. Porque estou em harmonia comigo mesma, porque chamei o Sagrado pra dentro de mim!

Tenho uma foto em meu album com a Renatinha em que eu cito a canção “eu to voltando”. Só esta música me vem a cabeça pra dançar e cantar as minhas Deusas, tamanha gratidão:

“Pode ir armando o coreto
E preparando aquele feijão preto
Eu tô voltando
Leva o chinelo pra sala de jantar
Que é lá mesmo que a mala eu vou largar
Quero te abraçar, pode se perfumar
Porque eu tô voltando

Dá uma geral, faz um bom defumador
Enche a casa de flor
Que eu tô voltando
Pega uma praia, aproveita, tá calor
Vai pegando uma cor
Que eu tô voltando

Faz um cabelo bonito pra eu notar
Que eu só quero mesmo é despentear
Quero te agarrar
Pode se preparar porque eu tô voltando”

Isso mesmo, crianças amadas, minhas Mestras, meus indigos queridos, Estou Voltando! Entre vocês eu SOU FELIZ!
Assim já é!

ॐ Nana ॐ Índigo Blue- Enlaçador de mundos